O corpo morre com a falência de seus orgãos vitais, mas a alma só deixar de indignar-se!