Não será a a da própria bondade?