Quando um relacionamento afetivo termina e a amizade continua podemos concluir que, nesta união, houve uma afinidade de alma maior que os da matéria. O que é divino é eterno, diferente do que vem da matéria que duração limitada.