“Não tenho mais tempo algum, ser feliz me consome”. (De O Pelicano, em Poesia Reunida, página 365, Editora Siciliano – 1991)