“Volte para mim, Gongyla, esta noite, Você, minha rosa, com sua lira lídia. Algo te rodeia...