”Como posso acreditar tantas e tantas vezes que aquelas amizades eram verdadeiras?”